Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 12 de dezembro de 2019

Empregos

Bahia gerou 2.569 postos de trabalho em março

24 de abril de 2019 | 13h 35
Bahia gerou 2.569 postos de trabalho em março
Foto: Reprodução
De acordo com as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), a Bahia gerou 2.569 postos de trabalho com carteira assinada em março de 2019. O resultado decorre da diferença entre 46.742 admissões e 44.173 desligamentos.
 
A Bahia exibiu registro positivo, como no respectivo mês do ano imediatamente anterior. Trata-se da segunda vez seguida que o mês de março exibe saldo positivo. Todavia, o saldo de março de 2019 foi menor que o resultado de fevereiro, quando 5.706 postos de trabalho foram criados, sem as declarações fora do prazo.
 
Setorialmente, em março, sete segmentos contabilizaram saldos positivos: Construção Civil (+1.636 postos), Serviços (+784 postos), Agropecuária (+753 postos), Indústria de Transformação (+661 postos), Administração Pública (+141 postos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (+114 postos) e Extrativa Mineral (+80 postos). Por outro lado, Comércio (-1.600 postos) encerrou postos de trabalho com carteira assinada. 
 
No acumulado do ano, o saldo totalizado foi positivo (+11.179 postos). Sete setores de atividade registraram saldos positivos: Construção Civil (+5.501 postos), Serviços (+4.649 postos), Indústria de Transformação (+1.779 postos), Agropecuária (+1.499 postos), Administração Pública (+557 postos), Extrativa Mineral (+229 postos) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (+96 postos). Em contrapartida, Comércio (-3.131 postos) apresentou saldo negativo.
 
Análise RMS e Interior - Analisando-se os dados referentes aos saldos de empregos distribuídos no estado em março de 2019, constata-se ganho de emprego na RMS e no interior. De forma mais precisa, enquanto na RMS foram criados 210 postos de trabalho no terceiro mês do ano, enquanto no interior foram geradas 2.359 posições celetistas.  Quanto ao saldo de emprego acumulado no ano de 2019, enfatiza-se que a RMS (+3.220 postos) e o interior (+7.959 postos) geraram postos de trabalho com carteira assinada.
 
Análise regional – Em relação ao saldo de postos de trabalho, a Bahia (+2.569 postos) ocupou a primeira posição dentre os estados nordestinos e a terceira dentre os estados brasileiros em março de 2019. No Nordeste, apenas a Bahia gerou postos com carteira assinada. Todos os outros estados da região apresentaram desempenho negativo: Alagoas (-9.636 postos), Pernambuco (-6.286 postos), Ceará (-4.638 postos), Rio Grande do Norte (-2.033 postos), Sergipe (-1.150 postos), Paraíba (-919 postos), Maranhão (-830 postos) e Piauí (-805 postos).
 
Acumulado do Ano – No primeiro trimestre do ano, a Bahia gerou 11.179 novos postos de trabalho, levando em conta a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo. Este resultado fez com que a Bahia ocupasse a sétima posição no país e a primeira na região nordestina quanto à geração de empregos. No Nordeste, apenas a Bahia totalizou saldo positivo. E, em contrapartida, oito estados nordestinos totalizaram acumulados negativos. Pernambuco (-26.298 postos) foi seguido por Alagoas (-16.992 postos), Paraíba (-8.497 postos), Ceará (-7.965 postos), Rio Grande do Norte (-5.468 postos), Sergipe (-4.891 postos), Maranhão (-3.334 postos) e Piauí (-2.922 postos).


Empregos LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje