Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 19 de maio de 2019

Política

Moro: Justiça Eleitoral não está estruturada para julgar casos de corrupção

14 de março de 2019 | 08h 41
Moro: Justiça Eleitoral não está estruturada para julgar casos de corrupção
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou na quarta-feira (13) que a Justiça Eleitoral não é “materialmente estruturada” para julgar casos criminais “mais complexos” como corrupção ou lavagem de dinheiro.

Moro deu a declaração ao comentar o julgamento em que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidirá se crimes eleitorais cometidos em conexão com outros crimes, como corrupção ou lavagem, devem ser analisados pela Justiça Eleitoral ou pela justiça comum.

“Nós entendemos, com todo respeito, que a Justiça Eleitoral prestou trabalhos excelentes ao país em organização eleitoral, em resolução de controvérsias eleitorais, mas ela não é uma Justiça materialmente estruturada para julgar casos criminais mais complexos como corrupção ou lavagem de dinheiro, não raramente com características transnacionais”, disse Moro.

Segundo o ministro, um projeto de lei deve “deixar claro” que, se houver casos conexos de crimes eleitorais com crimes comuns, o processo será dividido.
“Na minha opinião, essa já é uma interpretação possível no atual momento, com todo respeito ao Supremo, que está decidindo essa questão. E a decisão que for tomada vai ser naturalmente respeitada”, acrescentou o ministro da Justiça.

FONTE: Bahia.ba



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje