Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 25 de maio de 2019

César Oliveira

Crítica não pode ter duas caras

César Oliveira - 08 de março de 2019 | 16h 35
Crítica não pode ter duas caras

Bolsonaro foi intensamente criticado pela mídia  por ter compartilhado um vídeo pornográfico em suas redes sociais. Agora, em um duplo carpado, a mídia já apresenta os autores do crime, da "golden shower", como artistas fazendo uma performance. Ora, me bata um abacate:ou Bolsonaro compartilhou pornografia, e justifica-se a reprovação; ou arte, e não pode ser criticado.

Não dá para servir a dois senhores sem desonestidade intelectual. Não se pode condenar o presidente - e até impeachment chegaram a sugerir- , e elogiar os depravados do vídeo, que cometeram um atentado violento ao pudor.

A mídia não pode ser cínica, escancarar de forma tão evidente sua escatologia comportamental, e desrespeito ao leitor, tentando transformar a notícia em um instrumento  de serviço aos seus interesses. Entre o desejo de bater no Presidente, mas ao mesmo tempo ter que criticar uma pauta que costuma defender, ela escancarou sua dicotomia.

Eu, ao contrário,  continuo condenando o ato, os obscenos, e o presidente



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje