Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 23 de julho de 2019

Valdomiro Silva

Grama sintética da Arena Cajueiro favorece ao adaptado Bahia de Feira

11 de fevereiro de 2019 | 22h 42
Grama sintética da Arena Cajueiro favorece ao adaptado Bahia de Feira

O gramado sintético da Arena Cajueiro, o estádio do Bahia de Feira, parece estar favorecendo ao time da casa, em seus confrontos pelo Campeonato Estadual. No “Ba-Vi” de domingo, que terminou empatado em 2x2, isto ficou nítido. O tricolor local, que carrega a estrela de campeão baiano na camisa, mostrou uma adaptação bem maior ao campo, situação que já se verificou em partidas anteriores.

A praça esportiva, que tem um problema de projeto – os torcedores de uma parte do estádio não conseguem enxergar as jogadas que se passam na linha lateral – tem um piso em que a bola rola com mais velocidade que a grama comum. É uma característica do gramado sintético, mesmo o do campo do Bahia de Feira, que é padrão Fifa.

Os jogadores das equipes visitantes, obviamente, não se sentem tão confortáveis, uma vez que estão totalmente habituados à grama comum. É assim também n Arena da Baixada, do Atlhético Paranaense, que tem aproveitado muito bem a vantagem, quando atua em casa.

Fosse o Bahia de Feira um time de massa -  que um dia já foi, em seus áureos tempos, quando rivalizava, em torcida, com o Fluminense de Feira - como é o Atlhético, e o seu estádio se tornaria uma espécie de La Bombonera para os adversários, verdadeiro caldeirão.

O jogo em si, apresentou um resultado justo, embora nos últimos 20 minutos, após o seu gol de empate, o time da casa tenha sido superior e desfrutado de algumas reais oportunidades. O empate não foi ruim para nenhuma das equipes. Considerando que o Vitoria colocou nesta partida o seu time alternativo, para o rubro-negro o 2x2 fora de casa foi ainda melhor.

Líder com 11 pontos, superando o próprio Vitória no saldo de gols, o Bahia de Feira está cada vez mais próximo da classificação ao quadrangular final. Nada garantido ainda, longe disso. O time de Barbosinha precisa manter a postura, ofensiva, nos jogos que fará agora fora de seus domínios, E trazer pontos.



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje