Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 18 de abril de 2019

Valdomiro Silva

Baianão tem disputa interiorana por vagas nas copas do Brasil e do Nordeste, além da Série D

23 de janeiro de 2019 | 19h 50
Baianão tem disputa interiorana por vagas nas copas do Brasil e do Nordeste, além da Série D

Depois de longas férias neste espaço, concedidas pelo chefe, o médico e jornalista César Oliveira, retorno na esperança de melhorar a regularidade da coluna. Nosso último contato foi lá atrás, em 2018, quando se dizia que o Vitória estaria praticamente rebaixado, o Bahia classificado para a Sulamericana e o Palmeiras quase campeão. Os três prognósticos se confirmaram. Pudera, estava muito fácil assim concluir.

O Vitória, campeão de rebaixamentos da Série A para B, caiu depois de ter escapado em 2016 e 2017. Ou seja, incompetência ao extremo por três temporadas consecutivas. Não é pouca coisa. O Bahia, que vem de uma boa gestão e continua sendo um barco bem conduzido, até poderia ter ido mas longe. Uma vaga na segunda divisão continental não é nada mal.

Agora, é a vez do Campeonato Baiano. No plano local, vamos ver do que são capazes Fluminense e Bahia de Feira. Não há, em seus elencos, nada  de extraordinário, que possa nos levar a uma expectativa maior. Vejo como grande desafio para essas duas equipes não a conquista do título, mas uma disputa interiorana com seus concorrentes a vagas na Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Série D Nacional, em 2020. Os principais adversários dos times feirenses são Juazeirense, recém-rebaixado da Série C, e Vitória da Conquista.

Bahia, Série A, favorito ao bicampeonato. Tem orçamento maior, elenco melhor, todas as vantagens possíveis, em relação ao seu grande adversário do Barradão. Pena que o tricolor se desfez do seu melhor jogador, Zé Rafael. Síndrome dos times nordestinos, infelizmente: revelar, vender. 



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje