Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 10 de dezembro de 2018

Esporte

No jogo da taça e com recorde de público, Palmeiras bate rebaixado Vitória e ergue a taça na arena

03 de dezembro de 2018 | 00h 41
No jogo da taça e com recorde de público, Palmeiras bate rebaixado Vitória e ergue a taça na arena
Foto: Reprodução
No jogo da taça, o decacampeão brasileiro Palmeiras bateu o já rebaixado Vitória por 3 a 2 e fez a festa da torcida em sua arena, na tarde deste domingo, na última rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, o Palmeiras de Felipão se igualou ao Palmeiras de Cuca (2016) em pontos (80), ficando atrás apenas do Corinthians de 2015 em pontuação no Brasileirão com 20 clubes por pontos corridos. Já o Vitória termina de forma melancólica: na penúltima colocação, rebaixado para a Série B em 2019. 
 
O presidente eleito Jair Bolsonaro chegou à arena do Palmeiras pouco antes das 15h, cercado por assessores e forte esquema de segurança, para assistir ao jogo, de camarote. Do lado de fora da arena, cartazes colados em postes protestavam contra a presença de Bolsonaro. As mensagens apócrifas acusam o presidente eleito de "oportunismo", por já ter posado para fotos com camisas de diversos times do Brasil, como Botafogo, Vasco e Flamengo.
 
Antes do jogo, Bolsonaro foi ao vestiário do Palmeiras. Ao encontrá-lo, o técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, o reverenciou prestando continência.
 
No final do jogo, Bolsonaro desceu ao gramado para fazer parte da festa – entregou medalhas aos jogadores e ajudou o capitão Bruno Henrique a levantar a taça de campeão. Na arquibancada, houve divisão entre apoiadores e críticos do político, incluindo algumas vaias.
 
Com 41.256 torcedores (renda de R$ 3.514.618,30), o Palmeiras quebrou seu recorde de público na area. A marca pertencia ao jogo do título brasileiro de 2016, quando 40.986 torcedores assistiram à vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense (último jogo do time catarinense antes do desastre aéreo, dois dias depois).


Esporte LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje