Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 19 de novembro de 2019

César Oliveira

Crise

26 de maio de 2015 | 14h 28
Crise

A crise federal, com corte de recursos já afeta obras municipais, que seguem lentas, como a reforma do MAP.  Em uma cidade que carece de grandes obras estes atrasos de repasse caem na conta do gestor municipal que pareceu irritado ao ser cobrado em entrevista.   Compreensível. No entanto, do mesmo modo que comemoraria se o fluxo estivesse regular, é natural que seja cobrado nos tempos de penúria.  



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje