Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 19 de novembro de 2018

César Oliveira

A ferro e fogo

César Oliveira - 08 de setembro de 2018 | 12h 48
A ferro e fogo
O candidato Bolsonaro após cirurgia

O Brasil viveu uma semana em que as barbáries expuseram suas entranhas da forma mais cruel. Em um extremo a memória nacional foi debelada pelo fogo que consumiu o Museu Nacional, gerido de forma incompetente, irresponsável, e indecente, pela Reitoria da UFRJ. O nível do descaso beira a intenção criminosa. E torna evidente que as cinzas e as sobras não podem ser mais geridas, de modo algum, pelos cúmplices morais da tragédia que aparelham a instituição.

No outro extremo a barbárie manifestou-se no atentado a faca ao candidato Bolsonaro, líder nas pesquisas. Lula, não pode ser considerado, pois, não é candidato por estar preso e condenado, em Curitiba, por ter comandado o maior projeto de corrupção de toda história do país. O país foi à loucura nas redes com gente comemorando e outros declarando bestialidades como a que diz que “quem planta colhe”, o que corresponde a validar a mesma ação que diz combater no capitão. Além disso, 47% das interações no twitter correspondiam a dúvidas quanto ao atentado, apesar de todos os relatos médicos.

          A ferro e fogo, na história, se forjavam nações e o futuro. Aqui, se retrata a miséria administrativa, o descaso histórico, as agressões à democracia e a rasura da compreensão humana.



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje