O convincente triunfo do Bahia frente ao Vitória, de goleada, e a rodada do Brasileirão - Tribuna Feirense

Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 18 de agosto de 2018

Valdomiro Silva

O convincente triunfo do Bahia frente ao Vitória, de goleada, e a rodada do Brasileirão

22 de julho de 2018 | 22h 20
O convincente triunfo do Bahia frente ao Vitória, de goleada,  e a rodada do Brasileirão

O Bahia triturou o Vitória,  no clássico deste domingo, na Fonte Nova: 4x1. O rubro-negro foi uma caricatura de time, diante de um adversário que, após algumas atuações muito ruins, deixou a zona de rebaixamento do Brasileirão com um triunfo convincente diante do seu maior adversário, dando ânimo à sua torcida, que andava bem cabisbaixa. O Leão não retornou para o famigerado Z-4, mas agora é o porteiro de lá, podendo se tornar um dos donos da casa na próxima rodada. Não sei se o técnico  Wagner Mancini continua no cargo, depois dessa.

Ele se precipitou em lançar de primeira o atacante argentino Walter Bou e o também recém-contratado meia Erick. Além de optar pelo volante Felipe Souto. O Bahia teve uma postura diferente das jornadas anteriores, com futebol veloz e objetivo. Tem tudo para manter a pegada no meio de semana quando folga no Brasileirão para enfrentar na Fonte Nova um tal Cerro que não é o Portenho, do Paraguai, mas um uruguaio, pela Copa Sulamericana. Abrindo o duelo de dois confrontos na segunda fase da competição.

A 14ª rodada apresentou ainda duas grandes vitórias do líder Flamengo, 2x0 sobre o Botafogo, no Maracanã, e do vice-líder São Paulo, que atropelou o Corinthians, 3x1, no Morumbi, com o lateral Reinaldo brilhando (dois gols) e falha clamorosa do goleiro derrotado Cássio. O time de Itaquera, atual campeão, está longe, e muito, do padrão apresentado em 2017 e pode ter dificuldade até mesmo para galgar um lugar entre os quatro melhores – para piora, está perdendo seu melhor jogador, Rodriguinho, para o Egito.

Outro candidato ao título Palmeiras, derrotou em sua arena o atlético Mineiro, 3x2, e mesmo com o triunfo a exigente torcida verde vaiou seu técnico Roger. Enquanto isso, o também postulante Grêmio decepcionou em São Januário, caindo para um Vasco que atuou com um a menos por todo o segundo tempo, 1x0. Os gaúchos se afastam do G-4.

Mais um badalado deste certame, o Cruzeiro sofreu, mas venceu o decepcionante vice-lanterna Atlético Paranaense, no Mineirão, 2x1. O América Mineiro, que havia perdido para o Cruzeiro seu ultimo jogo, 3x1, jogou mais uma vez fora de casa e foi de novo derrotado diante do Paraná, reabilitado após o 1x0 sofrido em Salvador para o Vitória no meio da semana. Os paranaenses estão vivendo um bom momento e, pelo visto, não vão ser presa tão simples como no início da competição.

No Recife, vimos o nordestino Sport perder para o Fluminense do Rio, 2x1. Embora ainda distante da parte de baixo da tabela, os pernambucanos começam a preocupar, com duas derrotas seguidas. Teremos, nesta quarta, o encontro deste com outro rubro-negro, o Vitória, no Barradão,  duas equipes que devem lutar contra o rebaixamento.

A Chapecoense, que tem uma incrível série de cinco campeonatos seguidos de Série A – algo que há muito seus conterrâneos Figueirense e Avaí não conseguem, enquanto o Criciúma paga pecados há anos na Série B e o Joinville está no caminho de deixar a Série C, dois anos após disputar a primeira divisão nacional – empatou em 0x0 com o Santos e amarga seu segundo tropeço seguido dentro de casa. Não está na zona de rebaixamento, por enquanto, mas este ano parece lhe reservar grandes dificuldades para se manter na elite.



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje