Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 17 de setembro de 2021

Geral

Antenas de telefonia oferecem risco para helicóptero da polícia

22 de Maio de 2015 | 11h 16

40% das antenas visualizadas em voos não têm sinalização

Antenas de telefonia oferecem risco para helicóptero da polícia

A falta de sinalização em antenas de telefonia é um risco à segurança de voos baixos em Feira de Santana, principalmente de helicópteros. Segundo o capitão Uildinei, comandante de aeronave e membro da coordenação de planejamento operacional do Graer (Grupamento Aéreo da PM), o problema ocorre especialmente no centro da cidade, onde pelo menos 40% das antenas visualizadas pelos policiais em voo não têm sinalização, trazendo riscos para a tripulação da nave.

Os voos foram feitos durante a Micareta, quando há um patrulhamento aéreo. "Já fazemos este trabalho há quatro anos na cidade e relatamos isso tanto ao batalhão da PM como também às autoridades, da necessidade de se fiscalizar a sinalização destas antenas. A cidade é cheia delas e isso dificulta voarmos baixo para melhorar nossa visão de vôo para apoiar o patrulhamento em terra", afirma o piloto, que tem 10 anos de experiência e está há 22 anos na Polícia Militar.

De acordo com o capitão Uildinei, o equipamento utilizado neste trabalho é do modelo Alfa A5 350 B2, conhecido como "Esquilo", que pesa duas toneladas e mede 13 metros de cumprimento, necessitando de um raio de pouso de 20 metros.

A dificuldade em encontrar local para pouso seguro é outro problema. Há necessidade muitas vezes de estabelecer previamente um local mais afastado da festa, como no caso deste ano, em que o helicóptero ficou no pátio do primeiro batalhão da PM em Feira.

Este tipo de equipamento segundo o capitão, tem importante participação no patrulhamento e na segurança em outras ações da polícia. "É uma plataforma de observação que nos dá mobilidade e rapidez, dando condições a equipes em terra de realizar abordagens em locais de risco e com acessibilidade difícil. O helicóptero consegue levar 2 pilotos e 2 policiais com equipamentos auxiliares que identificam e captam imagens pelo calor. Quando precisamos procurar um criminoso ou até mesmo armas que foram utilizadas há pouco tempo e ainda guardam calor, o equipamento consegue localizar", comenta.

A Tribuna Feirense procurou a prefeitura em busca de informações sobre a fiscalização das antenas. O secretário de Meio Ambiente, Roberto Tourinho, informou que apenas tem responsabilidade em dar a autorização ambiental para a instalação destes equipamentos, e que a cobrança para a sinalização delas deveria partir da secretaria de Desenvolvimento Urbano. Por sua vez, o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, afirmou que não se trata de uma obrigação da sua pasta, mas sim do Meio Ambiente.  



Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje