Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 17 de novembro de 2019

Cultura

Livro conta a trajetória de João Durval

21 de maio de 2015 | 09h 51

Obra será lançada nesta quinta-feira (28), na praça de eventos do Boulevard Shopping

Livro conta a trajetória de João Durval
O livro escrito por Luiz Almeida conta a história do político

Será lançado no próximo dia 28 de maio, às 18:30h, na praça de Eventos do Boulevard Shopping o livro “João Durval – um construtor de caminhos”, de autoria de Luiz Almeida, que trata da trajetória política do ex-senador João Durval Carneiro. Segundo o autor Luiz Almeida não se trata de um biografia “mas de uma história de vida, de uma vida pública que se prolongou por 60 anos sem que houvesse qualquer derrapagem ou desvio ético”.

João Durval começou a carreira em meados dos anos 50, quando, a convite de João Marinho Falcão, candidatou-se a vereador de Feira de Santana, pela antiga UDN. Foi eleito e a partir daí seguiu como político, deixando a profissão de odontólogo, na qual se formou.

João Durval se elegeria vereador em Feira por duas vezes, prefeito do município, também por duas vezes, deputado federal em dois mandatos, governador do estado e senador. Ocupou, ainda, a secretaria estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, quando deslanchou programa de combate à seca no semiárido baiano e implantou o sistema de Pedra do Cavalo, que iria abastecer as regiões Metropolitana (incluindo Salvador) e a de Feira de Santana.

Como prefeito do município implantou o primeiro Plano de Desenvolvimento Local Integrado da América Latina, criando as condições para a atração de investimentos empresariais para Feira de Santana. Trouxe a energia de Paulo Afonso, a água do Paraguaçu, a Universidade Estadual e implantou o Centro Industrial do Subaé.

Segundo Luiz Almeida, entretanto, “em muitos momentos se viu diante de dificuldades quase que intransponíveis que o fizeram experimentar, ao longo do percurso, algumas sofridas decepções e marcantes frustrações, sem que tais momentos o fizessem esmorecer ou desistir”.

Embora amigo do personagem retratado e conhecedor de muitos fatos justamente devido à proximidade com João Durval, Luiz Almeida conta que pesquisou por mais de um ano, para obter informações a serem incluídas na obra. Segundo o autor, muito do que será contado na publicação ainda é desconhecido de feirenses e baianos em geral.



Cultura LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje