Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 21 de setembro de 2019

Câmara Municipal

Vereador denúncia falta de vagas na obstetrícia do HGCA

Roberta Costa - 03 de outubro de 2017 | 18h 09
Vereador denúncia falta de vagas na obstetrícia do HGCA
Foto: Reprodução
O vereador Marcos Lima (PRP), denunciou na manhã desta terça-feira (03), informou que duas parturientes o procuraram informando que a obstetrícia do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), está fechada. 
 
“Sabemos que em Feira de Santana, apenas o Clériston funciona com alta complexidade. Como fecha sem abrir a tão falada obstetrícia do Hospital Estadual da Criança (HEC)? Fica agora a pergunta, para onde vão essas mães?”.
 
O vereador Isaias de Diogo (PSC), ligou para o diretor do HGCA, José Pitangueira, durante a fala de Marcos Lima e o mesmo informou que a obstetrícia não está fechada. O edil aproveitou para alfinetar o presidente da Comissão de Saúde da Casa, Cadmiel Pereira (PSC).
 
“Ele deveria ligar para Pitangueira e não eu”.
 
O líder da oposição na Câmara, Alberto Nery (PT) também informou que o setor está funcionando normalmente. A partir dessas informações, o presidente da Câmara, José Carneiro )PSDB), solicitou que Nery, Cadmiel e Marcos Lima fossem até a unidade de saúde constatar a denúncia. O vereador Zé Filé (PROS), também se ofereceu e foi junto.
 
Quem nao ficou nada feliz com essa decisão foi o vereador Lulinha (DEM).
 
“Vai prejudicar a votação dos projetos. Se o diretor disse que está aberto, não tinha necessidade de mandar os vereadores para  lá”.
 
Para completar, a sessão teve que ser suspensa por alguns minutos. Motivo: falta de quórum.
 
“Eu disse a Vossa Excelência”, disse Lulinha, que ouviu de Carneiro:
 
“Essa Casa tem 21 vereadores, liberei quatro para verificar uma denúncia. Não foi por esse motivo que precisei suspender a sessão”.


Câmara Municipal LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje