Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 06 de agosto de 2020

Cultura

Os São Franciscos do Mundo em cartaz no Cuca até sexta

05 de maio de 2015 | 09h 08
Os São Franciscos do Mundo em  cartaz no Cuca até sexta

Segue em cartaz, até a próxima sexta-feira (8), na galeria de Arte Carlo Barbosa, do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), a exposição Os São Franciscos do Mundo. A mostra reúne diversas imagens do santo Francisco de Assis, um dos mais importantes da Igreja Católica, que ficou conhecido pelas lições de humildade e respeito a todas as formas de vida.

Canonizado em 1228, pelo papa Gregório IX, São Francisco de Assis foi representado de diversas maneiras, por artistas consagrados e populares, ao longo dos séculos. E foi essa multiplicidade de representações que fascinou o empresário feirense Armando Sampaio, a quem pertence o acervo que está em exposição no Cuca.

"Comecei a guardar imagens de São Francisco de Assis em 1970, atraído por um quadro do artista plástico surrealista Adilson Santos. Ao ler a biografia do santo, fiquei surpreso com a variedade de versões sobre sua trajetória de vida. Naquele momento, pareceu-me haver vários São Franciscos. Foi então que criei na mente a figura do meu próprio Francisco de Assis. E, nas minhas andanças pelo mundo, tenho procurado uma imagem que corresponda ao meu imaginário. Não a encontrei ainda. Mas, na busca pela imagem do meu São Francisco, encontrei muitos vivendo entre nós", comenta.

Padroeiro do meio-ambiente

Batizado Giovanni di Pietro di Bernardone, São Francisco nasceu na cidade italiana de Assis, em 5 de julho de 1182. Após viver uma juventude abastada e mundana, aos 24 anos decidiu voltar-se para uma vida religiosa de completa pobreza. Fundou a Ordem Mendicante dos Frades Menores, mais conhecidos como Franciscanos, renovando, assim, o catolicismo de seu tempo.

Padroeiro dos animais e do meio-ambiente, São Francisco de Assis cultivou a pregação itinerante em um tempo em que os religiosos costumavam fixar-se em mosteiros. Seguindo à risca o Evangelho de Jesus Cristo, acabou por imitar também a vida dele, desenvolvendo uma profunda identificação com os problemas e sofrimentos de seus semelhantes.

Para o escritor Dante Alighieri, São Francisco foi uma "luz que brilhou sobre o mundo". A pesquisa acadêmica moderna sugere que ainda há muito por elucidar quanto aos aspectos políticos de sua atuação. Sua vida é reconstituída a partir de biografias escritas pouco após a sua morte, em  3 de outubro de 1226, mas, para muitos estudiosos, essas fontes primitivas ainda estão à espera de edições críticas mais profundas e completas, que venham a revelar sua verdadeira estatura como figura histórica e social, e não apenas religiosa.

De acordo com a diretora do Cuca, Selma Oliveira, a mostra é aberta ao público e pode ser visitada em horário comercial.



Cultura LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje