Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 20 de outubro de 2019

Bahia

Bahia fecha 1,16 mil postos de trabalho com carteira assinada

27 de abril de 2015 | 10h 52
Bahia fecha 1,16 mil postos de trabalho com carteira assinada
No ano, a Bahia, na série com ajustes, já perdeu 10.969 postos com carteira assinada

Na contramão da média nacional, o estado da Bahia registrou saldo negativo na geração de emprego com carteira assinada em março. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), sem os ajustes sazonais, foram registradas na Bahia 62.480 admissões no mês passado, contra 63.647 desligamentos. Um saldo negativo de 1.167 postos.

Em termos proporcionais, o mercado de trabalho retraiu, em março em relação a fevereiro, 0,06% no número de vagas de trabalho formalizadas. No ano (entre janeiro e março), a Bahia, na série com ajustes, já perdeu 10.969 postos com carteira assinada.

No Brasil, após três meses com saldo negativo, o Caged voltou a registrar em março maior número de vagas criadas que de postos fechados. Foram 1.719.219 contratações contra 1.699.937 demissões, gerando um saldo positivo de 19.282 postos.

O Caged só registra as vagas formais, ou seja, aquelas com carteira assinada. Apesar do resultado de março, no acumulado do ano (janeiro a março), o país ainda apresenta saldo negativo, com o fechamento de 50.354 vagas formais. Ainda segundo os dados nacionais do Caged, o setor de serviços foi o responsável pela maior geração de vagas formais de trabalho no mês passado, com um saldo positivo de 53.778 postos.

O setor de comércio gerou 2.684 novas vagas no mês passado. Já os destaques negativos ficaram com a construção civil, que fechou 18.205 vagas com carteira assinada, e a indústria de transformação, com menos 14.683 postos. No mês passado, a agricultura foi responsável pela redução de 6.281 vagas.

FONTE: Correio



Bahia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje