Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 28 de março de 2020

Saúde

Agentes de endemias mudam horário para encontrar moradores em casa

09 de abril de 2015 | 15h 42

Agentes passaram a ir também ao meio-dia e no final da tarde.

Agentes de endemias mudam horário para encontrar moradores em casa
Encontrar imóveis fechados, no conjunto Feira VI, é uma situação comum no trabalho dos agentes de endemias em Feira de Santana. Grande parte dos moradores é universitária. Por conta disso, os agentes tiveram que ajustar os horários de trabalho para conseguir encontrá-los em casa. Passaram a ir também ao meio-dia e no final da tarde.
 
Desde a última semana, a Divisão de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou no conjunto mais uma ação de combate ao mosquito aedes aegypti. Em cada ciclo de trabalho – dura em média 45 a 50 dias – o agente costuma encontrar cerca de 40 casas fechadas, somente nesta localidade.
 
“Casa abandonada ou fechada é possível encontrar focos para a proliferação do mosquito”, afirma o coordenador de Endemias, Edilson Matos. Neste ano, foram notificados no conjunto três casos suspeitos de dengue e oito da febre chikungunya, sendo um destes confirmado. 
 
No trabalho desenvolvido, diz ele, são realizadas visitas em cada domicílio, onde são feitos o tratamento focal e a eliminação dos focos encontrados com o uso de larvicida. Ainda observam a presença de recipientes usados pela fêmea do aedes aegypti para pôr os ovos e orientam os moradores quanto à prevenção das doenças.
 
“Estamos fazendo também o bloqueio com uso da bomba costal borrifando toda a área com inseticida”, acrescenta. O inseticida consegue atingir uma distância de 12 metros.
 
De acordo com o coordenador de Endemias, quando encontram uma residência fechada, eles têm que retornar para dar continuidade ao trabalho. Contudo, isso prejudica o andamento das ações. “Uma casa encontrada fechada pode comprometer todo o bairro. Porque não sabemos se pode ter ou não um foco para o mosquito lá dentro”, explica.


Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje