Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 19 de fevereiro de 2020

Cultura

Bloco Tracajá corre o risco de não desfilar este ano

26 de março de 2015 | 09h 22
Bloco Tracajá corre o risco de não desfilar este ano
O abadá do bloco é trocado por fraldas geriátricas e recipientes de vidro
O Bloco Tracajá busca recursos para custear camisas e outros gastos para o desfile, caso a diretoria não consiga, o bloco pode não desfilar este ano. "Se até o dia 10 de abril não obtivemos os recursos necessários para as despesas, que não chegam a R$ 10, mil, bateremos em retirada", declara o diretor do bloco, Reginaldo Tracajá. 
 
Os custos totais chegam a aproximadamente R$10 mil reais. O bloco tenta conseguir 4 patrocinadores, cada um pagando R$2.500,00, para cobrir as despesas.  Este ano, o objetivo dos organizadores é trazer o Coreto Andante mais uma vez para a micareta. 
 
O abadá do Bloco Tracajá é trocado por um pacote de fraldas geriátricas, que será doado ao Lar do Irmão Velho, e um recipiente de vidro, que vai para o banco de leite humano do Hospital da Mulher. 
 
No dia 9 de abril, no Bar Resenharia, será realizado o concurso para escolha da Rainha do Bloco Tracajá. Silvério Silva permanece como Rei.
 


Cultura LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

Charge do Borega

As mais lidas hoje