Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 01 de abril de 2020

Geral

Gol muda política e libera cães e gatos na cabine em voos nacionais

12 de março de 2015 | 09h 09
Gol muda política e libera cães e gatos na cabine em voos nacionais
Na hora da viagem, a carteira de vacinação do pet deve estar regularizada - com todas as vacinas em dia, principalmente a antirrábica - e assinada por um veterinário.

A partir desta quarta-feira (11), a companhia aérea Gol liberou a viagem de cães e gatos dentro do avião, junto com seus donos, nos voos nacionais. Até então, eles tinham que ser despachados com a bagagem.

Com isso, a Gol segue uma tendência já adotada por outras companhias aéreas nacionais. TamAzul e Avianca já permitiam levar animais de estimação a bordo da aeronave.

Regras para bichos em voos da Gol

É preciso seguir algumas regras, claro. Os animais precisam estar dentro de uma caixa de transportes, com espaço suficiente para que o animal dê uma volta completa em torno de si. Essa caixa deve ser acomodada debaixo da poltrona do passageiro.

São bem-vindos todos os tipos de cães e gatos, com idade mínima de quatro meses e peso máximo de 10 quilos (incluindo a caixa de transporte), segundo a companhia.

O bicho também precisa estar com as vacinas em dia, e estar em boas condições de higiene.

Atestado de saúde

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determina que o dono apresente um atestado de sanidade do animal, que pode ser fornecido pela Secretaria de Agricultura Estadual, Posto do Departamento de Defesa Animal ou por um médico veterinário. Esse documento deve ser apresentado no embarque com no máximo 72 horas após a emissão e precisa ter validade de dez dias.

Por questões de segurança, os passageiros com animais de estimação não poderão sentar-se nas saídas de emergência ou na primeira fileira. Também não é permitido mais de um animal ou criança na mesma fileira.

FONTE: Uol



Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje